fuck you bitch
fuck you bitch
+
+
+
+
+
+
"Me fala sobre o seu dia, sobre a festa que você foi na semana passada com suas amigas, sobre como você tá cansada dos problemas de casa. Me fala sobre aquela sua professora que pega no seu pé sempre, se você ainda tá tomando aquele remédio pra enxaqueca, se assistiu com seu irmão aquele filme que tava em cartaz, fala sobre a sua semana de provas, me explica como calcular o número de moléculas num átomo de água. Me fala qualquer coisa. Só não me fala que o nosso amor acabou."
Azul Ciano. (via dose-de-poesia)
+
+
"Aí todo mundo fala que pessoas frias já foram doces e que sofreram desilusão amorosa. Discordo. Ao meu ver, vai muito além disso. Ser fria faz parte da personalidade, as pessoas às vezes nascem assim, acredite. Não é necessário ter uma experiência de vida ruim para se tornar frio. O que caracteriza essas pessoas é a incerteza e intensidade exagerada. Uma pessoa fria não vai demonstrar o quanto se importa ou gosta de você logo de cara e o tempo todo, porque elas prezam demais pelo sentimento genuíno e espontaneidade e se preocupam se esse sentimento será aceito. E é por isso que elas acabam sendo grossas. Assim que elas percebem que se importam com você, há todo um processo de negação e tentativa de sufocar tais sentimentos, seja por achar que é cedo demais, temer ser decepcionado, ou outro motivo, do mais vil ao mais complexo. A questão é que por mais indiferentes que elas pareçam e por mais que isso atraia as pessoas, a maioria não gosta de ser assim. Porque, no fim, todos aqueles sentimentos guardados sufocam ou ficam tão bem escondidos que elas acabam preferindo a solidão, por estranharem as relações humanas. O mais importante é que, se você conhece alguém assim, não tente forçá-la a demonstrar algo. Faça essa pessoa querer demonstrar. Se você realmente se importa, não desista tão rápido. Ela pode não dizer e nem saber disso, mas precisa de você."
Oh, not again (via oh-notagain)
+
"Discretamente, enviei sinais de socorro aos amigos. Ninguém ajudou. Me virei sozinho. Isso me endureceu um pouco mais. Não foi só você, não. Foram também pessoas até mais íntimas, me virei sozinho com enormes dificuldades. Não me lamuriei. Mas preciso que as pessoas saibam que isso doeu — exatamente porque algumas destas pessoas importam para mim."
Caio Fernando Abreu.  (via ohomemdastulipas)
+